Sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2005

Ser Poeta

'Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!'

Florbela Espanca
(Luís Represas)
colunamusica07.gif
Guardado por zephira às 22:31
| comentar
2 comentários:
De Anónimo a 24 de Abril de 2006 às 19:12
Olá. Quero dar os meus parabéns pelo blog pois esta interessante para kem se interessar por poesia.
Soh n consegui deixar passar o nome deste poema, k eh "Ser poeta" e nao perdidamente.
Boa continuação e força k o caminho eh essec@t_a
</a>
(mailto:cateacordeiro@portugalmail.pt)
De Anónimo a 5 de Fevereiro de 2005 às 14:46
Belo blog, bela leitura!malu
(http://www.tintaspermanentes.blogs.sapo.pt)
(mailto:noquinhas79@sapo.pt)

Comentar post

Hoje  é 

'Cada palavra é uma semente' - S. Tamaro



Pele - Pólo Norte

Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
24
25
26
27
28
29
30
31

Palavras Recentes

Sonho

Recomeçar

Um dia

Para ser grande sê inteir...

Scent of a woman

Feliz Natal

É a vida...

...

Perdoar

...

Palavras Passadas

Agosto 2013

Junho 2012

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

blogs SAPO

subscrever feeds