Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2004

Nada é eterno

"… E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente.
Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros.
Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram.
Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

in Não te deixarei morrer David Crockett, Miguel Sousa Tavares
Guardado por zephira às 19:40
| comentar
2 comentários:
De livros2amao a 27 de Fevereiro de 2008 às 22:14
Belo trecho nem belo livro!
De livros2amao a 27 de Fevereiro de 2008 às 22:15
Queria dizer: Belo trecho num belo livro!

Comentar post

Hoje  é 

'Cada palavra é uma semente' - S. Tamaro



Pele - Pólo Norte

Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
24
25
26
27
28
29
30
31

Palavras Recentes

Sonho

Recomeçar

Um dia

Para ser grande sê inteir...

Scent of a woman

Feliz Natal

É a vida...

...

Perdoar

...

Palavras Passadas

Agosto 2013

Junho 2012

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

blogs SAPO

subscrever feeds