Domingo, 10 de Dezembro de 2006

Pele

 

'Fechaste as portas do teu mundo
Na esperança de ele se encontrar
Vais contando o tempo quase ao segundo
Parece não querer passar

Fazes de conta que está tudo bem
E andas às voltas quando estás a sós
Gritos mudos que só tu entendes
No profundo silêncio que é a tua voz

Não precisas de te esconder
Ninguém vai encontrar
O que está escrito na tua pele
Só tu para o decifrar

Qual o teu traço a pincel
A história da tua vida
Escrita, sentida, tatuada na pele
Quem lá escreveu
Com a tua permissão
Nem sequer, nem sequer percebeu
E perdeu a folha pele
Por entre as mãos.'

Polo Norte

colunamusica07.gif
Guardado por zephira às 15:04
| comentar
3 comentários:
De http://shakermaker.blogs.sapo.pt a 20 de Dezembro de 2006 às 10:35
Ora viva!

Hoje não venho comentar nem tão pouco ler. Deixo isso para outro dia, com todo o gosto.
Vim apenas fazer publicidade descarada e como já estou naquela fase em que faço tudo o que me apetece e todos me ignoram pois já estão habituados, então cá vai...
Começou a atribuição dos blogjobs do shakermaker.
Por isso, já pode confirmar se foi um dos contemplados com tão desprestigiante galardão.
Atenção: não tome isto como desconsideração. Afinal, isto é apenas uma brincadeira e se não fosse um visitante quase assíduo deste blog não viria aqui de todo.
Já agora, aproveito também para lhe desejar Boas Festas!

Um abraço...
shakermaker
De http://shakermaker.blogs.sapo.pt a 24 de Dezembro de 2006 às 23:32
Ora viva!

Para mim, o Natal é sempre mau pois tenho que comer bacalhau. Não é por não gostar, mas porque raio tenho que comê-lo cozido se afinal há 1001 maneiras de o cozinhar?! Depois tenho que levar com as broas e as belas das filhós, o arroz doce da minha tia e o pão-de-ló das minhas avós. Detesto lampreia de ovos e odeio rabanadas mas até gosto de bolo-rei por causa das frutas cristalizadas. Antes de começar a refeição fazemos uma oração mas, como não sei rezar, mexo a boca para acompanhar. Por mais que me tente escapar não há mesmo volta a dar pois sou eu que acendo a lareira e ponho a lenha a queimar. Já cá faltavam as meias brancas com as raquetes a condizer pois são sempre as piores prendas que me podem oferecer. Depois há os Old Spice e as colónias da Adidas que recebo todos os anos das minhas tias queridas. Mais uns pares de cuecas azuis para estrear no ano novo porque as minhas avós fazem questão de manter esta tradição. A minha mãe desilude-me com as suas gravatas aos quadradinhos e a minha madrinha, para condizer, oferece-me camisas com quadrados nos colarinhos. Por mais que não goste, tenho que estar presente mas todos os anos o meu Natal é sempre deprimente. Sendo assim, espero que o seu Natal seja bem melhor do que o meu.
Boas Festas!

Um abraço...
shakermaker
De ML a 4 de Janeiro de 2007 às 15:15
Olá. Não sei se te lembras de mim. eu era a [in]Completa do blog "Aos bocados".
Decidi voltar ao mundo dos blogs, porque... me apeteceu simplesmente :)
Agora talvez ainda mais optimista :)

Gosto de Polo Norte!

Espero que aparecas. ;)

Comentar post

Hoje  é 

'Cada palavra é uma semente' - S. Tamaro



Pele - Pólo Norte

Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
24
25
26
27
28
29
30
31

Palavras Recentes

Sonho

Recomeçar

Um dia

Para ser grande sê inteir...

Scent of a woman

Feliz Natal

É a vida...

...

Perdoar

...

Palavras Passadas

Agosto 2013

Junho 2012

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

blogs SAPO

subscrever feeds